quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Um tempo para ser feliz.



Há pouco tempo, perdi uma amiga muito querida. Álcool mais uma direção perigosíssima resultou na dor sem fim de parentes e amigos. Dentre eles, estava eu, que ocupou por mais de três anos o posto de melhor amigo. Pensei que jamais fosse me recuperar de tal trauma, alguém como aquela garota eu jamais iria encontrar. Mas aí veio o presente que nem sempre avisa quando chega: o tempo. Neste pouquíssimo período, aprendi que o tempo cura as dores mais ínfimas que possam habitar nossos corações. Não importa qual seja ela, o espaço de tempo necessário ao esquecimento sempre chegará e de vez. E isto vale para todo tipo de obliteração: filmes de terror, um fora do amor da sua vida, aquele mico no meio da galera, um pesadelo. Não há sensação melhor do que a de se sentir livre daquele peso que assola sua consciência. E o tempo só nos ajuda neste processo; todavia, sentimos que ele nunca passa. Porque, será? Já fiz e refiz esta pergunta a mim mesmo diversas vezes e a resposta chegou depois de um raciocínio rápido e lógico: somos nós que atrasamos o relógio quando estamos querendo correr contra ele. Viver em função da pressa para o tempo passar não faz sentido. Temos apenas que cumprir nossos papéis perante nós mesmos. Viver de verdade, sabe? Esquecer dos problemas pelo menos uma vez na vida vale a pena. Acredito que eu, você e milhões de outras pessoas pelo mundo ainda perseveram na esperança da felicidade. Seja ela para agora, ou para amanhã. Hoje é tempo de ser feliz!




º Pauta para o Blorkutando- 64º Semana: O remédio é o tempo.

8 pseudocomentaram:

Julianna Alves disse...

hey girl, vc escreve bem
^^
beijocas

Polly disse...

Ah, que post lindo! E bem otimista. Eu precisava ler algo assim depois da semana teeensa que encarei. Valeu, viu?

(www.pollyok2.zip.net)

Hugh - O Desastrado disse...

Obrigado pelo coment ^^

Isso dá mais ânimo para continuar a escrever =]



Que tenhamos também com tudo aquilo que apredemos e escrevemos manter sempre as esperânças de uma vida mais feliz.

Fica na paz,
Boa semana =]

Tayane Scott disse...

Ah meu amor é a primeira vez que eu discordo de você. O tempo não cura tudo. Como diria a comunidade do orkut, só desloca o incurável de lugar. Leva as dores pra uma partizinha escondida da nossa mente e do nosso coração, mas aquele pedaço que levaram de nós nunca irá voltar. Mas é a lei da vida, as coisas precisam sair de cena pra outras entrarem e continuarem nos motivando a sermos felizes e a aproveitarmos cada segundo.

Li meu nome em textos atrás, mas vou juntar todos os comentários nesse aqui rs Obrigada por confiar em mim, por ter me ajudado com o TCC e por gostar do que eu escrevo. Obrigada por todos os comentários e por toda a força que você me dá sempre. Desculpa se não te dou a atenção que merece em algus casos, mas mesmo sem conhcê-lo, você sabe que já tem um espaço cativado na minha vida e que eu considero você muito. Tenho orgulho de poder ter te conhecido através do blog e me sinto muito feliz por isso. ♥

anne biah disse...

Uma coisa tão clichê quanto verdadeira. O tempo realmente resolve muitas coisas. Mas não adianta esperar o tempo passar e não fazer nada. Temos que continuar a vida, levar adiante, e aí sim o tempo poderá cumprir o sue papel de curandeiro.
Beijos!

AtReViDo disse...

Otima pauta para o Blorkutando.Ei tem selinho para vc lá no meu blog.

Dani disse...

Seu blog é muito bom! Tomara que você entre pro TDB em 2010. A Capricho vai ganhar um ótimo blogueiro!

E realmente, pra curar ou amenizar as feridas... só o tempo

Erica Ferro disse...

Esquecer do tempo e lembrar de nós mesmos. Finalmente, viver!

Muito legal a pauta. ;)

Você é uma coisinha fofa, haha.

Beijo.