terça-feira, 19 de janeiro de 2010

I am... insuperável!




Antes que vocês pensem que eu estou todo convencido ou coisa parecida, permitam-me esclarecer a história: sábado, eu estava em CE - Crise Existencial - e, como nas outras vezes, pensei em fugir, morrer e mimimi. Parecia que nada mais me fazia sentido. Até que então tive a prova concreta de que perseverar é sempre a melhor saída: tenho uma amiga, chamada Luísa, que é religiosa demais e legal demais também. Ela, dentre os 47 (!) contatos on-line no Messenger, era a única que eu conseguia enxergar para contar tudo. Logo, chamei-a para conversar e ela me recebeu com o típico " oooooi Ti! ", com os cinco ós e o ponto de exclamação exatamente, que é todo o carinho do mundo reunido. Detalhe: eu já estava sorrindo! E sorriso foi o que não faltou no papo. Tanto que o desfecho era previsível: eu já estava feliz, satisfeito comigo mesmo e o melhor, aceitando minha vida do jeitinho que ela é. Mas antes de finalizar a história e partir pro texto em si, não posso deixar de citar a frase digna de Augusto Cury dita pela Lu, que foi o fator responsável pela minha recuperação: " você é insuperável, desde que tenha fé em Deus e acredite que nada lhe impede de ser feliz." Diga lá se ela não tem vocação pra ser psicóloga?!

Essa injeção de ânimo dada em mim pela Luísa me fez pensar por horas a fio. Há tantas pessoas que não ligam para suas vidas e simplesmente se desfazem delas como se fossem insignificantes; tanta gente que age contra sua própria vontade só para mostrar aos demais que a vida é facilmente manipulável; tantos indivíduos que abrem mão de suas vidas perfeitas para conhecer uma vida sombria, cheia de desencantos e horrores... Todas essas pessoas precisam de um pouco mais de autoconfiança e um estímulo de um anjo - que no meu caso é a Lu - que fará com que nosso instinto autodestrutivo desacelere seu ritmo de que nunca devia ter sido aumentado. Devemos ter em mente que nada é para sempre e que justamente por isso temos que viver de verdade cada segundo que possuímos para respirar. Agradecer, rezar, ser humano. Com as pessoas, consigo mesmo, com o ambiente no qual se habita. Nunca é tarde para se conscientizar de que há sim solução para tudo. E eu confirmo isso com todas as letras. Digo com 100% de certeza que me amo e me aceito do jeitinho que eu sou, seja com minha mania estranha de comer ovos fritos com açaí, seja com minha vocação incontestável para ser amigo. Hoje eu sei que não posso evitar a tristeza, mas lembrar do que a Lu disse me faz ter força e superar tudo que venha me atingir negativamente: eu sou insuperável.






***



Olá, caros leitores!

Desculpem minha total ausência daqui. Acabei adoecendo do estômago, tomei pilhas e pilhas de remédio e horas no banheiro. Foi assim até ontem, quando melhorei e tentei blogar, mas o Blogger não me ajudou e eu fiquei a ver navios. Mas hoje deu tudo certo, estou sem dores, e melhor, disposto a continuar, firme e forte com o A Pseudociência, já que a ideia estúpida de deletá-lo passou pela minha cabeça neste dia citado acima.
Mas hoje está tudo resolvido, quero ver sorrisos de vocês e comentários transparecendo felicidade, hein?


Nossa, daqui a uma semana voltam as aulas. É meu último ano no ensino médio e confesso que estou meio assim sei lá de ter que voltar pra escola. Destesto despedidas, mas esta é a mais necessária de todas. Vamos ver como vai ser! Quero que vocês me contem como estão também, além de só comentar meus textos, ok?


Não mudarei a cor do PS hoje. Quero que ele apareça de verdade.








Última observação: quase morro de felicidade quando a Joseane saiu ontem do BBB. Bem feito, quem mandou dar o anjo pro Marcelo Monstro Dourado?!




Bem, é isso! Um beijo, um sorriso e sintam-se abraçados por mim!

12 pseudocomentaram:

Juliete Souza disse...

Oii! Já estou te seguindo... bju

Erica Ferro disse...

:O

Querer morrer... Acho que você tá conversando MUITO com uma tal de Erica Ferro, hein?
Cuidado com ela, pois é uma péssima influência, hehe.

Sério, por pior que seja o 'problema', sempre há uma luz... E, inclusive, dentro de você. Busque-a!

Beijo, coisa fofa.

l a l a h disse...

Menino, não deixa o post assim inacabado nao asuhasuhasuh
To curiosa agora!

Tata disse...

Menino, não deixa o post assim inacabado nao asuhasuhasuh
To curiosa agora! [2]

Vanessa disse...

Menino, não deixa o post assim inacabado nao asuhasuhasuh
To curiosa agora! [3]
Depois volto para conferir o resto do post!

(www.caixinhadeopinioes.zip.net

' Jαdє Amσrιm disse...

Tenho crises existenciais todos os meses, se é que você me entende... aoskaoskaoska
Quanto as minhas férias, na boa, diferente de todos os anos em que eu fico superhipermegaultra ansiosa, eu definitivamente NÃO quero voltar para a escola.
Odeio aquele lugar! #momentorevolts
Mas enfim, fazer o quê né? rs


Beeijos!

James Pimentel disse...

Ser religioso de mais trouxe a saída pra sua crise. As pessoas não enxergam que somente em Deus temos a verdadeira felicidade, e incrível, ainda tem gente que não acredita nesse criador.
Eu não sei o que se passou por você, mas fica o que o grande Augusto Cury afirma: nunca desista dos seus sonhos, nunca desista de viver!!

Abração, tôteseguindo, rs!

Gio vanna disse...

Ah, me lembrou tanto o texto que eu escrevi haha. Então, que esse último ano seja o melhor, e inesquecivel (de um jeito bom). Ainda bem que a Joseane saiu, não aguetava mais ela na casa, para mim o próximo é o Dourado, e então, volta tudo ao normal (pelo menos eu acho, e espero). Que bom que está melhor :) Beijos

Tata disse...

OWN! *-*
Amigos são sempre importantes e é muito bom contar com eles quando não estamos bem, né?
Não consigo imaginar como alguém consegue comer ovos fritos com açaí.. Nem açaí eu consigo comer =X UHASUHASUHASUHHUASUHASUHAS
Mesmo assim, fico feliz que vc tenha melhorado ^^

Ah!
Também adorei que a Jose tenha saído. O próximo é o "Dougado". (Adooooogooo o Dicesar uhashuasuh)

naquelaconversa disse...

fé e otimismo sempre, piá! são remédio para todas as horas, poderia dizer!

' Yasmin disse...

Temos que ser otimistas, e mesmo nestas crises acreditar em nós mesmos. Como se diz, "Continue a nadar, continue a nadar", (Filme Nemo) porque se não estamos perdidos.

http://yas.carly.zip.net/

Gêsa disse...

Eu não sou religiosa, não mais, porém acredito na fé própria, na força que só a motivação pode gerar.