sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Uma lição para toda a vida




Para um ser de apenas quinze anos, já errei muito nesta vida. Em provas de fogo, como um pedido de namoro ou uma entrevista de estágio, não me lembro de ter recebido a graça do acerto. Engraçado. Parece que quanto mais erro, mais aprendo e, consequentemente, acerto. Tudo tem sua serventia, mesmo que simples, e com os erros não é diferente. Sabemos que eles fazem parte do nosso dia-a-dia, por mais que tentemos evitá-los. Nem a física, nem a biologia que aprendi ano passado se comparam com o que aprendi com os erros, grosseiros ou não, que acabei cometendo. Mas apesar dos incovenientes, sempre consegui tirar proveito da situação. Errar não é o fim do mundo como todo mundo pensa. Errar é uma lição que a vida nos aplica para testar nossas capacidades. Eu e você erramos, ele e ela erram. Não há como evitar. É como uma explosão de mil sóis que você não consegue bloquear. Um erro pode ser o grande desestruturador de vidas. Um erro é capaz de desorganizar o ambiente com apenas um movimento. Mas acima de todas essas consequências, errar é um aprendizado.
Toda vez que as pessoas fazem algo de errado, logo pensam coisas negativas em torno deste ato. Não penso desta forma. Como aprendi desde pequeno que não se deve subestimar o destino porque ele sempre saberá agir perante todas as situações, sempre soube que o erro, por mais estúpido que possa ter sido, tem seu lado bom. Podemos consertá-lo por já saber qual é a falha. Ou simplesmente podemos tirá-los como uma lição de moral, depois de perceber o quanto fomos tolos em tê-los praticado. Eu já recebi diversas lições: na escola, em casa, na rua, no trabalho. E apesar de todas estas terem sido bem aprendidas, somente as que meus erros me ensinaram que marcaram de verdade minha vida. São lições que jamais esquecerei. Sao pequenas lições, mas com significados bem grandes. Os erros servem para alguma coisa sim! Pelo menos em minha vida eles simbolizam muito. Pode até soar estranho, mas eu gosto de errar. A sensação de poder melhorar e superar aquilo é incrível. E o melhor é que ainda ganhamos o bônus, que é aprender com os tropeços dados.
O importante mesmo é saber que errar faz parte da natureza humana e que todos merecemos uma segunda chance. Ou uma terceira, ou uma quarta. Não somos perfeitos, mas até chegar, no mínimo, próximo disso, iremos encontrar muitos erros no caminho. Querendo ou não.






Pauta para o Blorkutando - 69º Semana: Eu erro, eles erram, nós erramos.








***


Oi gente, tudo bom com vocês?

Eu estou bem feliz. Estou neutro. Não sinto mais nada por ninguém e melhor, meu blog está me rendendo umas belas alegrias! Gente,eu dei uma entrevista para um blog super legal que já entrevistou Erica Ferro, Mariana Amorim, dentre outras celebridades na blogosfera. O blog é o Cosmopolitan Ice , comandado pela ilustre Yasmin Carli. Aguardem!


E no vai-e-vem do BBB, o Cadu virou líder. #BJOMORRI. Com o Dourado imune, as chances da Tess ir pro paredão são imensas e eu não quero isso! Ainda mais agora que ela pegou o Michel! OMG, esse BBB me mata do coração! Alguém dá um soco no Dourado pra mim? #éatreva.


Mais uma: meu twitter está adquirindo seguidores e eu estou bem satisfeito com isso. Mas não custa nada fazer mais uma propaganda básica: sou o @tiegoalencar , ok?

E por hoje é só!



Beijos, abraços e até a próxima!

11 pseudocomentaram:

James Pimentel disse...

ou seja, a filosofia dos erros é nos fazer acertar da próxima vez.
Massa o texto.

Ah, vlw o comentário cara. Aquele estilo de literatura me fascina e é o ramo que eu quero seguir na minha profissão. Abração meu brother

Belisa Cardoso disse...

É verdade, somos eternos errantes!!!
Fico feliz pela entrevista!!!!
bjocas

Natália disse...

Até nas piores situações tiramos uma lição! Beijo

l a l a h disse...

O erro ensina mais que o acerto, pois o erro mostra que precisamos mudar enquanto o acerto dá a ilusão de que estamos em um caminho cheio de perfeição.
Lindo seu texto amigo
=*

Petite Mélange disse...

Uma coisa eu até reconheço o erro, mais odeio admitir q errei...¬¬

Tata disse...

Ninguém gosta de errar, mas é bom quando aprendemos com nossos erros, né? Amadurecer e aprender é sempre importante.

ecooooowww! vc torce pra tessália? =OO não gosto dele. nem um pouco.. HUHASHUSAHUSAHU

Tayane Scott disse...

Eu odeio errar. Sou muito perfeccionista, mas eu sei que as vezes é inevitavel errar e ultimamente eu tenho errado muito =/ Mas como você disse é sempre muito proveitoso o erro, pois a gnt aprende com eles e ninguém está livre disso. Te amoooooooo tieguitooo ♥

Dani disse...

Dói na hora porque é inevitável. Mas,realmente, é necessário dar a volta por cima e transformar a dor do erro em superação. Muito bom o texto!

E eu sou viciadíssima no BBB! OIHAIOHA

Bjs!

Francisca Nery disse...

"arrasar" é pouco. teu post ficou DEMAIS, piá! sério. grande parte dos adolescentes deveriam lê-lo para parar e pensar antes de reclamar e de criticar certas coisas! (é a fran do naquelaconversa.wordpress.com)

Erica Ferro disse...

Um erro é o caminho para um futuro acerto.

Tessália? Uma falsa! Pena que ela não foi pro paredão.
Tô torcendo MUITO pro Dourado, hehe.

Beijo.

Vanessa disse...

"Errar é uma lição que a vida nos aplica para testar nossas capacidades"_> gostei, nunca tinha pensado dessa forma! Ah, estou aguardando sua entrevista no Cosmopolitan Ice! Também já fui entrevistada lá!

(www.caixinhadeopinioes.zip.net)