terça-feira, 13 de julho de 2010

Depois da tempestade, sempre vem a calmaria.


Sei que posso não estar tão certo ao afirmar, depois de ter tido três cunhadas e uma namorada, que pode haver uma ligação, mesmo que não tão forte pra ser amizade, entre os 'separados'. Calma, eu explico para aqueles que insistem em acreditar que uma vez terminado, sempre terminado: na vida, há uma política que diz que "sem intrigas, pode-se conviver bem mesmo depois de um rompimento brusco num relacionamento". Talvez seja por ela que consegui encarar, tão bem, o fim do meu namoro.

Não, não é fácil. SEPARAÇÕES SÃO TRISTES, FATO. Só que se a gente se der conta de um fator simples, capaz de reverter toda a situação trágica, tudo muda de figura - pra melhor: lembrar que há males que vem para o bem. Pode ser que se separar daquela pessoa que um dia você considerou sua alma gêmea tenha sido o melhor a se fazer. Ou então quando o amor acabou, simplesmente acabou. E não há desculpas para não ser amigo de sua alma gêmea, já que a afinidade entre vocês dificilmente será abalada. Foi o que eu pensei, quando minha primeira - e única - namorada terminou comigo, após um ano e onze meses de uma relação de altos e baixos. Ela teve os motivos dela, acabei acatando os meus e, depois de um tempo, conversei com ela e deixei claro que não existia motivo pra não sermos amigos, pois ainda existia proximidade o suficiente para conversarmos horas a fio, seja pelo telefone, pelo MSN ou pessoalmente.

Portanto, ter passado por experiências o suficente pra dizer que tem sim como manter amizade depois do namoro só me fez amadurecer como pessoa, assim como eu aposto que você também vai se sentir melhor depois que descobrir que vale a pena manter a amizade com seu ex-prometido. Todo mundo merece conviver em harmonia com os demais membros da sociedade, que por uma grande ironia do destino, também incluem ex-cunhadas, ex-maridos, ex-esposas e até ex-namoradas, olha só que coisa!



Pauta para o Blorkutando - 94ª Semana : Podemos ser amigos?

***

Por motivos de força maior - leia-se PC DESGRAÇADO QUE DEU PAU DO NADA -.-' ,- estarei me ausentando daqui por alguns dias. Ia postar a semana inteira em homenagem ao aniversário do meu blog, sábado (17), mas infelizmente alguns imprevistos ocorreram. Mas ainda farei uma singela homenagem à ele, que tanto me ajudou nesse um ano inteirinho que passou, de tantas emoções e de tantas alegrias. Volto logo, gente!

Pra vocês que me amam,

@tiegoalencar

6 pseudocomentaram:

L. disse...

Concordo com você, mas creio também que exige um certo nível de maturidade a ser alcançado para que isso ocorra. Meu ex não tinha essa maturidade e tive que cortar contato. Mas creio que é possível sim.

A!!ªN disse...

ficou bem legal o texto, acho que é assim mesmo que ocorre!

Italo Stauffenberg disse...

Separações não são nada fáceis. Ainda mais que depois vem a pergunta: podemos ser amigos?

Fiz uma pauta pro Blorkutando sobre isso.

Passa lá no blog e lê depois. Abraços

Felipe disse...

Também acho que quando uma relação de namoro ou casamento acaba as pessoas podem sim continuar se falando. A não ser que o motivo que fez com ue a separação ocorresse tenha ferido muito um dos dois aí, não tem solução.

Vanessa disse...

Acho que é possível que um antigo amor vire apenas um grande amigo, mas essa transição me parece beeeem complicada...

Jeniffer Yara disse...

Ah,não sei se concordo com você,já que sou uma pessoa difícil de lidar com pessoas que já não fazem parte da minha vida,que seria um ex-namorado,rs

Mas existem suas excessões não?!Pode haver que exista uma sim,em minha vida,hehe

Volta logo! =X
Beijos.