domingo, 25 de julho de 2010

(Meu) Tudo de Blog - O Retorno!




Acho que alguns de vocês que acompanham meu blog sabem que eu sempre fui fanático pelo extinto Tudo de Blog, projeto da revista Capricho que selecionava blogueiros e blogueiras especialmente para falar sobre os mais variados assuntos, de moda a toque de recolher. Em março, como vocês podem ver aqui neste post, expressei minha revolta pelo fim do projeto recriando o Tudo de blog aqui, no meu simples blog, com a ajuda de algumas blogueiras do Tudo de Blog (Tayane Scott e Vanessa Bittencourt) e com a minha participação. Agora, para fechar a semana especialmente dedicada ao meu blog, retomo com muito orgulho o (meu) Tudo de Blog, com a colaboração inestimável de Juliana Lima, Jeniffer Yara e Natália Souza, grandes amigas e com quem eu pude contar de imediato, assim que disse que precisaria da ajuda delas.

Com vocês, eu apresento, orgulhosamente, o (meu) Tudo de Blog!

[Observação: o tema para a blogueira Natália Souza não é o mesmo para as outras duas, pois ela não conseguiu escrever a tempo. Mas ela fez questão de escrever sobre o primeiro tema que eu havia sugerido, "Modinhas".]

Todo e qualquer direito deste projeto está reservado à revista Capricho. Este post é apenas uma brincadeira, ok?



Tudo de Blog                                      Edição: Tiêgo Alencar

Modinha, influências, mudar por alguém ou alguma coisa... Nossas blogueiras explanaram sobre estes temas!


Nome: Juliana Lima
Idade: 19 anos
Blog: http://juhcentrismo.wordpress.com/

Mudar não, adaptar-se

Nós estamos em mudança constante. Por isso, não desconfie daquele velho clichê que diz que hoje você não é o mesmo de ontem e amanhã não será o mesmo de hoje. É verdade! Mudar é um processo e faz parte da natureza humana. Mas só percebemos melhor nossas mudanças depois de um período mais longo, como o de um ano para o outro, por exemplo. Talvez leve mais tempo, talvez menos, aí, vai de cada um. Eu mesmo, quando lembro do meu passado e nem precisa ser tão passado assim, tipo há um ano atrás, nem parece que estou lembrando de mim, parece até uma outra pessoa e não fui eu que decidi que mudaria, aconteceu naturalmente. Pelo o que eu lembro, nunca precisei mudar por alguém. O máximo que eu já mudei por alguém foi para me adaptar a pessoa [ou as pessoas]. E quem nunca teve que mudar algo para se adaptar, não é mesmo? Eu sou mega tagarela e agitada, mas se eu chego em um ambiente que as pessoas são mais na delas, não vou ficar ali no meio fazendo papel de palhaça, então, me contenho. Mas aí, não mudei só porque me contive, continuo sendo a mesma tagarela e agitada, só me adaptei àquelas pessoas. Então, não acredito que alguém mude totalmente por causa de alguém, acredito em adaptações e mesmo que alguém aparentemente mude muito por causa de uma outra pessoa [como um nerd que vira um rebelde da noite para o dia], no fundo, no fundo, esse alguém não mudou, continua sendo o mesmo, mas com um disfarce, que talvez nem ele perceba no momento. No momento. Mas depois, uma hora ou outra, vai perceber. Cada pessoa tem sua forma de viver, tem seus limites e tem seus valores e não é por causa de alguém que isso vai mudar. Afinal, uma mudança não está no nosso campo de visão, ela acontece além de tudo, dentro de nós e de uma forma natural.




 
Nome: Jeniffer Yara
Idade: 16 anos
Blog: http://jenifferyara.blogspot.com/
 
Influenciáveis
 
É inegável que o ser humano seja um ser influenciado e influenciável. Como disse o filósofo Karl Marx, "o homem é produto do meio". Ou seja, ele é o que o influencia; ele forma seu caráter através de bases ideológicas sociais e religiosas. A mudança que nós vivemos sempre irá existir, tal qual seja ela; sempre vamos mudar por algo ou alguma coisa. O que é questionável é a tal influência que sofremos. Por exemplo, mudarmos por algo que nos disseram sobre nosso estilo de vida ou nossos gostos, não é algo que acredito que seja certo. Não generalizando, mas existem pessoas que formaram suas personalidades através do que ouviram quando era criança ou do que viveram em épocas passadas e, dependendo do que viram, do que aprenderam e de como reagiram a tudo isso, esse pessoa pode ser alguém com personalidade própria, de caráter bom e maturo, ou pode ser o contrário. Vejamos o exemplo de adolescentes que são influenciados por 'modinhas' e aqueles que se rotulam, formando tribos urbanas: são seres influenciados por estilos musicais, por ideologias de comportamento, por amigos e até namorados (as), e acabam mudando de novo e de novo, por passarem várias fases da vida onde a ideologia em que viveu antes já não é para ele tão importante quanto uma nova que ele acaba descobrindo através de novas músicas, novos amigos... Não tem nada de errado em mudar, mudar por alguém, as mudanças através de algumas influências até são boas sim.
Portanto, mudar por algo ou alguém não é o problema em questão, ou o tal alguém que venha a influenciar. A tal mudança que deve ser questionada, tanto em crianças, adolescentes, como adultos de hoje, pois esta influência trás tanto mudanças boas quanto más.
 


 
Nome: Natália Souza
Idade: 18 anos
Blog: http://minutesofboredom.blogspot.com/
 
Modinhas S.A
 
Falar sobre modinhas é sempre a mesma coisa, algo de novo surge,vira modinha e todos ficam reclamando !
Para terem uma ideia , reparei e percebi que a minha geração inteira foi construída em torno de uma modinha , por exemplo : minha mãe tinha a modinha dos Menudos , minha avó teve a modinha do Roberto Carlos , e se não em engano minha bisavó teve a modinha do Frank Sinatra. Somos cercados por moda , e não falo só musicalmente , e sim de looks , por exemplo na época da minha mãe é a mesma moda de agora , roupas coloridas , tênis de cano alto e super neon , da minha avó era vestidos feitos sobre medida , já da minha bisavó era vestidos com espartilho e babados , um lusho ! Lógico que sempre vai ter pessoas que vão criticar , eu mesma , critico e muito a moda de agora musicalmente , pois acho que não tem nem comparação a musicalidade de meus antepassados , mais vejam bem , se é para se falar de moda em relação a looks , sou totalmente ligada ! Não especialmente a moda teen , mais se falando de moda mesmo de passarelas , eu sigo as tendências ! Todos nós seguimos uma moda , não adianta , pode até me dizerem que não tem um gosto nem uma roupa certa , e falar que não tem nada a ver com a moda ! Provarei que você vai estar errado , pois sua moda vai ser alternativa , e assim vai ...
Ou seja , falar de moda é tão nostálgico , que nem tem o porque de tantas confusões e desafensas !


----

Bem, o resultado foi esse! Espero que tenham gostado, porque eu adorei! Comentem bastante, se eu devo continuar com o (meu) Tudo de Blog, se querem participar... Opinem, a opinião de vocês é essencial pra mim agora!

Agradeço muito às meninas, por terem me dado essa força mais uma vez, porque sem elas este projeto não seria nada! Muitíssimo obrigado, cats!

Pra vocês que me amam,

@tiegoalencar

8 pseudocomentaram:

Jeniffer Yara disse...

Ah que mara os textos *-* Mesmo o da Natália não sendo o tema igual,achei muito bom!

Beijos!

@_jotaerre disse...

Hey Tiêgo!
Tô passando aqui mais uma vez, hehe
Adorei os textos do blog, o projeto é uma iniciativa muito legal... É assim que começam os projetos, de brincadeira :)
O texto que mais gostei foi o da Jenniffer. Muito bem construído.
Ah, sobre a participação, se estiver aberto, eu me convido! Gostaria muito de escrever para o (seu) Tudo de Blog, hehe. Mas se não der também, tá beleza ;D

Beijos, cuide-se

Natália disse...

adorei essa ideia :D

Italo Stauffenberg disse...

Parabéns pela iniciativa. Cheguei, uma vez, quando li a revista Capricho a ver essa pauta na revista. Agora é tudo colírio não é? Assim mesmo, enquanto umas revistas evoluem, outras regridem. E essa era uma forma de muitos blogueiros bons sairem do anonimato!

Abraço.

naquelaconversa disse...

Piá! Estive ausente mas é sempre bom voltar ao seu blog. Principalmente me deparando com este post! Parabéns! Quando quiser a colaboração de outra ex-TDB, conte comigo! (: Ah, aproveitarei que tô retomando meu blog e adicionarei você nos blogs que recomendo! Pode ser?

@_jotaerre disse...

Opa, voltei sim!
HAHAHA, prometo escrever mais :)
Obrigado pelo comentário, procurarei sempre melhorar meus textos. Gosto demais dos seus também, meus parabéns!
Conte comigo sim, então. Ficarei muito feliz :)


Beijos, até!

Vanessa disse...

Ahhh, adorei os temas e a escolha das blogueiras! Você deve sim continuar com seu TDB!

Jota disse...

Perdão Tiêgo, não deu pra particiar =/
quando você tiver um próximo tema, me avisa vice? asauhsahsahs
abraação