segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Eu descobri um beijo na chuva.


Eu descobri que a vida existe para se fazer valer a pena.
Eu descobri que os momentos mais felizes da vida acontecem quando estamos acompanhados.
Eu entendi que a razão das coisas nem sempre precisa existir.
Eu percebi que não adianta correr atrás do que já está perdido. E é preciso se permitir.
Eu consegui decifrar o que um beijo é capaz de nos transmitir.
Eu deixei a irracionalidade de lado e decidi que amarei intensamente, e sem medo.

E eu descobri que beijar na chuva é uma das melhores sensações do mundo.

***

Rapidinho aqui, gente! Só pra avisar pra vocês que semana que vem tem Tudo de Blog e que as inscrições estão encerradas! Os três blogueiros já foram selecionados e serão informados por e-mail sobre o tema desta vez, prazo e outras regras. No mais, acredito que estou bem, muito tenso pro ENEM e pro vestibular da UEAP e pensando seriamente em retomar meu livro. Alguém aí compraria algo escrito por alguém tipo eu?

Do seu amante e amigo,

3 pseudocomentaram:

Jeniffer Yara disse...

Ah que belo texto Ti *-* Muito fofo!
E sobre seu livro,é claro que eu compraria um escrito por você o/

Beijo

Nath disse...

Beijo na chuva
Mais que fetiche
Mais que desejo
Uma obrigação de todo ser humano
Se permitir desligar por um momento e sucumbir
Apenas sucumbir

Anônimo disse...

beijo na chuva??
eh mais qe bom eh perfeitoo.....