quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Um ano para recordar

2010. Um ano que eu não esquecerei tão rápido. Tive tantas alegrias, tantas tristezas, que acredito ser capaz de escrever um livro entitulado "2010 - O ANO". Sem contar o que aconteceu pelo Brasil e pelo mundo afora, que afetou tanto a mim quanto a outros milhares de seres. 2010 mostrou que o homem precisa parar de olhar só para si e visar o geral, pois se tantas catástrofes naturais aconteceram e tantos crimes também, foi por causa do egoísmo humano. Mas isso não vem ao caso agora, se não passaria o resto do texto só falando disso e o que vem ao caso são os prós e contras deste ano tão marcante.

Em 2010, eu concluí o Ensino Médio e vivi a tensão e a pressão do vestibular. Talvez tenham sido os períodos de maior instabilidade de toda a minha curta vida. Para diminuir esta tensão, pude contar, felizmente, com amigos fabulosos que se mostraram fiéis e mais do que merecedores da minha amizade. E também tive de bônus duas traições, duas decepções inesperadas que até prefiro esquecer. Decisões difíceis a serem tomadas, sonhos que se tornaram verdade, súvidas martelando em minha mente. 2010 não teve a menor pena de mim, não. Trabalhei muito, comecei a conquistar minhas próprias coisas, estudei bastante e me empenhei ao máximo para que minha vida pudesse ter sido levada com simplicidade, esforço e muito suor. Descobri baús secretos que poderiam levar-me ou não à perdição. Revelei paixões antigas e ainda tive algumas surpresas bastante agradáveis - e desagradáveis - por conta disso. Neste ano, adquiri resonsabilidades e de quebra me foram dadas várias missões, cumpridas com êxito. Conheci gente incrível, me joguei na balada e enfim senti o que é ser livre. Foi em 2010 que meu vício pela internet se consolidou - e meu blog completou um ano, assim como o Twitter. Falando em blog, tive a felicidade imensa de conseguir 18 pódios (até hoje) no Blorkutando, projeto este que me fez acreditar que levo mesmo jeito pra escrita. Resumindo tudo num analogia, 2010 foi um coquetel daqueles em que as doses são exatas e precisas - e que nos deixam eufóricos quando chega ao final.

Fomos surpreendidos com as chuvas e com todos os outros fenômenos naturais que deixaram bem claro que a natureza não está para brincadeiras. Foi eleita a primeira presidente do Brasil e confio sim que uma mulher no poder possa mudar a nossa situação. Assistimos a crimes bárbaros serem por dias alvo dos telejornais; tivemos o nome do nosso país honrado pelos nossas atletas da natação, do vôlei, do atletismo - e se não fosse o tropeço do Brasil na Copa, acho que a felicidade teria sido completa. Mostramos ser capazes de coisas que o mundo nem sonhava. Infelizmente perdemos pessoas preciosas; porém, comemoramos o passar de mais um ano com nossos familiares e amigos que são uma fortaleza nos tempos de hoje. Para o mundo, 2010 foi cruel. Até cogitaram que a profecia de que o mundo acabaria em 2012 seria mesmo cumprida! Daí termos que prestar mais atenção no que fazemos e perceber que no ritmo que anda, é bem capaz de tudo acabar daqui a dois anos mesmo...

As memórias de 2010 ficarão guardadas para sempre em minha vida. E espero que tenha ficado na de vocês também. Afinal, a década mal começou e já nos deu motivo de sobra para não esquecê-la. Imaginem só o que ainda virá por aí!



Pauta para o Blorkutando - 118ª Semana : #2010Memories

***

Oi, crianças!
Pois é, tive um atraso imenso na minha vida ontem. A internet resolveu falhar totalmente e o Blogger não carregou nem sob tortura. O resultado: a última pauta do ano, a retrospectiva 2010, vai ficar pra sexta-feira mesmo. O jeito é pular cedo da cama pra postar, porque no resto do dia vou me ocupar inteiramente. Vou fazer no estilo do ano passado, espero que curtam! No mesmo texto postarei os selos que ganhei da Fuve e do Ítalo, esses lindos que sempre lembram de mim ♥ Obrigado, divos!
ENFIM, preciso dormir porque eu ainda trabalho amanhã. Descansarei e organizarei tudo para o último post do ano! Merece aquela atenção!

No mais, pra vocês que me leem,


2 pseudocomentaram:

abrildigital/felipe disse...

Adorei seu post! Que venha 2011! Cada vez melhor a nós!

Allan Penteado disse...

2010 foi mesmo marcante, mas eu não vejo a hora de um ano novo ^^ hehe