quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Um poderoso remédio



Foram vários traumas, centenas de momentos que eu preferiria esquecer, momentos ruins e dor na maioria deles. Por quantas vezes já não deixei de acreditar que morreria com aquelas sensações insuportáveis martelando na minha cabeça... O engraçado é que em todos os casos as pessoas sempre me davam o mesmo conselho: “uma hora isso tudo vai passar. O tempo cura todas as feridas, os piores machucados e as mais profundas dores”. Bateram tanto na mesma tecla que comecei a acreditar nessa teoria.

O tempo, infelizmente, não vende nas farmácias, em cápsulas ou frasquinhos de vidro. O tempo simplesmente chega. Querendo ou não, somos obrigados a conviver com ele, a admiti-lo e a considerá-lo. O tempo desempenha um papel crucial em nossas vidas. É certo que em determinados momentos nós acabamos esquecendo que ele é sim o melhor remédio e acabamos nos afundando numa overdose de sofrimento que chega a durar dias, semanas, meses e até anos. Agora, depois de me dar conta de certas coisas, aprendi que o tempo faz milagres em nossas vidas. Se não fosse o santo passar do tempo, hoje eu ainda morreria de medo de ficar trancado em qualquer lugar, teria pânico de escuro e jamais teria me recuperado do dia em que o amor da minha vida se foi para não voltar mais. No momento da dor, do pânico e do medo, não nos lembramos deste remédio importantíssimo em nossas vidas. E arrisco até dizer que é bom se esquecer dele nessas horas.

É, sofrer faz parte da vida. Por mais duro que possa parecer, traições, traumas, brigas e filmes de terror servem sim pra alguma coisa. Eles nos ensinam. E como ensinar é um verbo que nos acompanha pelo resto da vida de uma forma positiva, não há como se esquivar dele. Logo, se esquivar das coisas ruins nem sempre dá certo. Não que eu esteja dizendo para vocês sofrerem que é bom, não. Apenas no caso de acontecer algo do tipo. E aí lá vem o tempo com todo o seu poder curativo nos dar a alegria de ver a nós próprios sãos e salvos de coisas que nos afetaram gravemente.

Seria bom se o tempo fosse em forma de comprimidos. Ou podia até ser na forma do viratempo, o famoso instrumento da saga Harry Potter. Mas enquanto ele ainda não é comercializado, nos resta viver um dia de cada vez e aceitar cada baque da vida como uma lição dada pelo próprio tempo. Afinal, nessa vida tudo tem um propósito, não é mesmo? E quem não lhe garante que o término daquele namoro reservou uma surpresa bem melhor no futuro?

Santo tempo!


Pauta para o Blorkutando – 121ª Semana : Tempo?!


***

Oi, crianças lindas do meu coração! Que saudade de vocês!
Tive um imprevisto na hora de postar: a internet. Vocês não tem noção, a tragédia no Rio e em SP prejudicou o sinal pra cá pro Amapá também e não me perguntem como. Terça fiquei TOTALLY sem internet e ontem ela voltou aos poucos. Hoje que ela ficou um pouco melhor que eu pude aproveitar, até me inscrevi no SiSU (depois de séculos) pra tentar uma vaga em Letras/Francês na UFMT e na UNIPAMPA. Tô desesperançosíssimo, mas ainda tem uma pontinha de confiança. O ENEM foi a maior burrada da minha vida e eu pretendo nunca mais ter que fazer. Além dos escândalos, professores que corrigiram as provas garantiram que os corretores não tinham a menor assistência nem treinamento pra corrigir e revisar provas de tal gabarito. OU SEJA, ME FODI COMPLETAMENTE. Tenho certeza que as minhas notas estão erradas. É IMPOSSÍVEL EU TER TIRADO MAIS EM HUMANAS DO QUE EM LINGUAGENS. Impossível. E foi o que aconteceu. Tem que ver issaê, MEC/INEP/OCUDEQUEMINVENTOUOENEM. Tô muito indignado com isso e vocês arruinaram a minha chance de conseguir uma vaga na UNIFAP, que admitiu as notas do ENEM e que eu tive a infelicidade de optar. MAZENFIM, é a vida e enquanto as coisas estão péssimas por um lado, por outro estão ótimas. Amanhã é minha matrícula na UEAP e tô loucamente feliz por isso! Espero que o curso de Tecnologia em Design seja melhor do que eu esperava!
Ah, mudando de assunto: cês viram a palhaçada no BBB? ARIMUSA FOI ELIMINADA COM 49% DOS VOTOS!!! Fiquei revoltado em Cristo! Agora que já me recuperei da perda, tô torcendo loucamente pro Lucival e pra Paulete, minha musa. Não percam, tá?
Bem, acho que o PS foi maior do que o texto. É que eu precisava mesmo contar os babados pra vocês, risos. No mais, assisti Eclipse, enfim. E curti. Tô viciado em TiTiTi, Insensato Coração (VEM ERIBERTO LEÃO) e BBB.
E antes do final, um apelo: POR FAVOR, alguém sabe me dizer o que fazer quando nem o Google nem seus derivados (leia-se BLOGGER, GMAIL, ORKUT E BLOGS DO BLOGGER - ou seja, tudo) abre mais em nenhum navegador? Nenhum navegador do meu notebook (Mozilla Firefox e Internet Explorer 8) quer abrir! ME AJUDEM, PLEASE? Vocês são tudo na minha vida só por ter lido issaqui ;D hahahaha

Do seu escritor-aspirante,

7 pseudocomentaram:

Allan Penteado disse...

o tempo é um santo remédio mas infelizmente a maioria de nós seres-humanos não gostamos muito desse remédio.. rsrsrs Bem feito pra Ariadna ksksks não assisto BBB mas os dias em que eu vi ela não agradou, ô mulher/homem barraqueira ksksks sorte aí com o Sinal!!!!

Ceres        disse...

Meu querido!
Juro que vou vir com mais tempo ler coisas que vão me acrescentar algo! haha
Aqui, tem selo pra você no meu blog (:

Jota disse...

Tiêgo amigão, tenho que discordar. Imaginemos uma ferida aberta na sua mão. O tempo faria com que ela criasse uma casca, ela iria sicatrizar, mas uma mancha estaria ali para sempre e sempre você estaria lembrando dela. Mas se você medicasse essa ferida, colocando o remédio correto, ela criaria a mesma casca, mas não deixaria marcas nem manchar.

Assim é também com as feridas emocionais. O tempo pode camuflar, mas a ferida continua lá. Ao invés de remédio, seria ele prejudicial a saúde emocional.

Talvez eu escreva pro bk essa semana. Abração!

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

O tempo é muito relativo. Passa rápido nos momentos bons e devagar, quase parando nos momentos ruins, de dor. Por mais que a gente tente se convencer de que é um remédio eficaz, o que queríamos mesmo era não ter de esperar pra ficar curado de qualquer ferida.

Boa sorte com a sua internet, com o BK e com a sua matrícula.

*

Bia disse...

No meu caso, o tempo sarou e cicatrizou muitas feridas mas existem algumas coisas que não foram cicatrizadas pelo tempo, assim como o jota disse deixou marcas, manchas e volta e meia doem.
Eu queria fazer letras e inglês, mas vou fazer letras e literatura mesmo, amo literatura do mesmo jeito USDHUSD tititi tá arrasando, rio horrores com seus comentários no twitter, fato! HUDSSDUS E quanto ao BBB, foi óbvio que a ariadna saiu por preconceito do povo, por mais que ninguém admita isso, é a grande verdade. Não deram nem tempo de conhecer a personalidade dela direito, acho que a jana devia ter saído, não consigo gostar dela, e nem daquela Diana ¬
Criei coragem de comentaar HDSUSDHU na verdade foi mais vergonha na cara \z HUDSSDU Enfim, eu adoro seu blog e super acompanho, só estou um pouco atrasada em alguns posts porque ultimamente não tenho tido tempo nem de respirar HUDSHSD
Beijão :*

Jeniffer Yara disse...

Você escreveu o que eu precisava ouvir,o que me resta é viver cada dia e esperar que o tempo cure as feridas e me traga felicidades.

Ah tantos babados Ti! Odiei o Enem também,mas não posso culpá-lo de não ter passado na UFPA,a segunda fase foi a que me tirou de vez --'

Enfim,não sei o que acontece com seu note, de não querer abrir esses sites,pode ser alguma configuração,por aqui no meu pc,o mozila tá abrindo normalmente =/

Beijos

Edy Santos disse...

Oi amigo, passei pra te dizer para passar no meu blog e pegar um selo especial que deixei pra você.
Abraço.
http://jovembrilhante.blogspot.com/