quarta-feira, 30 de março de 2011

GRRRRRRRRRRRRR!

MUITA COISA ME TIRA DO SÉRIO.

 

Desde a fome que me persegue pelo dia todo até o despertador que me faz o favor de lembrar que tem uma realidade me esperando pra ser desbravada, já perdi a conta das coisas que me tiram do sério. Numa missão dificílima, consegui colocar classificar cinco coisas que definitivamente me fazem querer matar cachorro a grito. BORA PRESTAR ATENÇÃO, LINDOS?

 

  • ATRAPALHE-ME NO AUGE DA MINHA CONCENTRAÇÃO QUANDO ESTOU ESCREVENDO/LENDO. Sério, não é de Deus um indivíduo que vê que a gente tá superempolgado fazendo alguma coisa e mesmo assim vai lá te pentelhar. Se o motivo da interrupção tipo pra dizer que alguém muito importante morreu ou que roubaram meu celular, até que vale engolir a raiva. Mas caso contrário… desejaria até a alma ter uma pedra pra tacar na peste. SIM, SOU MEIO CHATO NESTE ASPECTO, RISOS DESCONTRAÍDOS.
  • SEJA INCONVENIENTE. TODA PESSOA NORMAL SABE QUANDO DEVE E QUANDO NÃO DEVE METER O NARIZ EM DETERMINADA SITUAÇÃO. E eu te garanto que não é legal me interromper no meio de uma explicação ou conversa legal. Ano passado mandei mesmo um colega pra casa do Carvalho por querer falar o que ele achava bem quando EU ESTAVA FALANDO. Tenho medo não, sou uma pessoa linda e que sabe muito bem que quem estava falando é quem tem a razão. ENFIM, fale bobagem num papo sério, fique onde não deveria ficar e repasse a informação errada. O MUNDO TE DESPREZA, CIDADÃO.
  • ACORDOU DE MAU HUMOR? O PROBLEMA É TODO SEU, QUERIDO. Fico putíssimo da vida com aquela pessoa que insiste em jogar a culpa no mau humor pra tudo quando quer humilhar alguém, gritar sem motivo ou tratar mal quem tanto gosta dela. Caramba, é tão difícil assim dar um sorriso amarelo e fingir que tá tudo bem, criatura? Pelo amor da deusa Nyx, todo mundo nasceu meio ator nessa vida, bora começar a fazer a poker face e dar uma atuada básica quando estiver nesses dias porque olha, ninguém é obrigado a te aturar não, viu?
  • INVASÃO DE PRIVACIDADE. Além de ser crime, essa porra me irrita mais do que qualquer outra coisa. NADA A VER UMA PESSOA VIOLAR ALGO QUE É PESSOAL, QUE É EXCLUSIVO DE OUTRA PESSOA. Sinceramente, fico de cara com quem faz isso. Já tentaram ler meus diários aqui em casa e eu quis matar, até porque as pragas daqui sabem que eles são uma coisa tipos, MAIS DO QUE PARTICULARES. Pra você que tem a mania velha feia de ficar xeretando onde não deve, amiga, uma vergonha nessa cara ia bem. Quero ver se um abençoado descobre onde foi sua primeira vez, com quem e como foi e resolve espalhar pro resto do colégio. Ainda vai pensar em querer ver meus diários?
  • E POR FIM, MALDITO SEJA AQUELE QUE COMETE INJUSTIÇA. Seja em novela ou em qualquer outro lugar, injustiça me faz querer encarnar o John Travolta e virar o justiceiro porque olha, taí uma coisa que me faz ficar indignado. Bullying, preconceito, julgamentos errôneos ou o que for, não existe nada mais revoltante no mundo.

 

E acho que é isso. Passaria um dia todo falando do que me irrita, mas meu bom senso me impede. MÃS, quero saber de vocês: o que tira vocês do sério? Semáforo fechado? Implicância de pais? Esperar? Digam-me o que faz vocês quererem chutar o pau da barraca!

 

 

Pauta baseada neste tema do Tudo de Blog.

***

Oi, leitores lindos e divos e sensacionais s2s2s2 – ando meio Fiuk ultimamente, não liguem. Todos bem?

Pois é, demorei a voltar. Deveria ter vindo no domingo, mas tive problemas com a internet e ainda perdi DOIS POSTS por culpa da droga do Windows Live Writer, que me fez o favor de travar na hora de colocar as fotos do post. MEREÇO, VIU?
Ultimamente minha vida tem estado tão normal… Quero emoções diferentes. Acordei pensando nisso hoje. Sonhei que viajava de moto sem capacete, numa montanha linda com o amor da minha vida na garupa, só pra vocês terem uma noção do meu perigo. Aliás, tenho tido sonhos bem estranhos ultimamente, preciso ir numa taróloga now porque eu acredito nisso sim e me chamem de bocó porque eu sei que sou um.
Ah, le français <3 Chaque fois il reste meilleur. Meus colegas novos me receberam super bem, e mais uma vez sou o mais novo da turma, que só tem adulto. ME SINTO MEIO DESLOCADO, SABE, MAS UMA HORA A MAIORIDADE VAI CHEGAR e todo mundo vai acreditar em mim – coisa que não acontece quando digo que tenho 16 anos, né.
E por fim, uma última consideração: não ganhei em nenhuma das duas categorias nas quais concorria no Blorkutando. MAS NÃO PENSEM QUE ME ABALEI, NÃO. Só de estar entre os melhores já me senti honradíssimo! Devo muito à todos vocês que me colocaram lá. Como? Não me deixando desistir do A Pseudociência em nenhum momento. VOCÊS SÃO UNS LINDOS E FANTÁSTICOS! Obrigado, muito obrigado pelo apoio!
E é isso. Espero voltar na sexta pra postar a pauta pro Blorkutando dessa semana!

Do seu escritor-aspirante,

Tiêgo R. Alencar.

5 pseudocomentaram:

Ill Circus disse...

"Sério, não é de Deus um indivíduo que vê que a gente tá superempolgado fazendo alguma coisa e mesmo assim vai lá te pentelhar." - hahahahaha, me dobrando ao meio de rir, gente! Super me reconheci nesse item, porque é ímã, sabe, as pessoas me chamarem/cutucarem quando tô concentrada em leitura ou escrevendo algo. Jesus é mais. Eu tava pensando em fazer um top 5 com tudo que me odeia, hum, você me encorajou um pouco mais! Ri demais :P

Jeniffer Yara disse...

Ahh essas e outras coisas me tiram do sério,como falsidade e jugamentos errados,enfim,não quero ficar de mal humor agora falando sobre essas coisas,haha

Belo post Ti,e parabéns por ter ficado entre os melhores blogs pelo Blorkutando *.* Você merece,escreve suuper bem!

Beijos

Andreia Rainha disse...

Odeio quando conversam comigo enquanto eu leio, gente lerda e que coloca todo a culpa em TPM e mal humor.

Ri demais com o seu post.

Leila Ice Girl disse...

Ah muita coisa me tira do sério, hehe, eu nem saberia fazer uma listinha dessas assim de bate e pronto, quando alguém coloca uma música ruim no carro que eu tô viajando eu fico irada, mas normalmente (e por normalmente leia-se quando não estou na TPM) eu consigo controlar minha ira e não brigar por coisas insginificantes.

Italo Stauffenberg disse...

queridíssimo, acaso ainda não começastes tuas aulas? fico p******** com engarrafamento, gente que me deixa esperando, quando sou contrariado quando estou certo, quando fico esperando algo de alguém e esse alguém não dá a mínima para mim e por aí vai...

forte abraço!