quarta-feira, 23 de março de 2011

Moda?



Por mais bizarro que possa parecer, esse poste ambulante de 1,94m de altura se importa com moda. É CLARO QUE eu gostaria de ter dinheiro o suficiente pra possuir aquelas roupas de marca chiquérrimas e os acessórios que deixam a gente com um toque de estilo ainda maior. Só que eu não sou rico. E me viro com o que tenho. Sou apaixonado por camisa gola polo e gola V, amo xadrez e tenho uma queda por coisas listradas – como se tudo isso dissesse algo sobre meu estilo, mas enfim. O que eu acho desnecessário é uma pessoa abdicar de tudo o que tem para estar na moda. Não entendo e não me passa pela cabeça a ideia de que o indivíduo será mais feliz se possuir aquela camisa idêntica a que eu comprei numa lojinha aqui perto da minha casa, só que com uma etiqueta Calvin Klein. Já até tentei compreender o que acontece com alguém que gasta um absurdo com uma bolsa que seria capaz de me sustentar por um mês, mas desisti. E há muito aprendi a estabelecer a diferença entre consumismo e obsessão por consumir. Porque não é normal alguém querer gastar tanto por uma coisa que simplesmente leva uma assinatura que faz seu preço ir lá na estratosfera! Por isso mesmo que eu já aprendi a fazer moda e a arrasar com o que ganho, porque minha felicidade se consolida quando uso minha camisa gola V azul, minha bermuda xadrez branca e minhas sandálias de pneu reciclado. E moda não é usar o que é a tendência para o outono, mas sim se sentir confortável com o que está vestindo, não é mesmo?


*Pauta baseada neste tema do Tudo de Blog.

***
Oi, seus lindos!
Ultimamente me bateu uma saudade e resolvi assim, do nada, escrever sobre todos os temas antigos do Tudo de Blog. Espero que vocês curtam, as pautas serão mais curtinhas e assim ninguém terá motivos para não comentar, né? Aliás, não esqueçam de deixar a opinião de vocês sobre o que acham de eu escrever assim, num parágrafo só.
Minha vida anda uma delícia. Estou feliz com o amor da minha vida, o curso de francês está cada dia melhor – e mais difícil – e não há um dia que eu não tenha certeza do que quero. Tiêgo S2 Letras <3
Sei que não sou o cúmulo do famoso na blogosfera, mas nem por isso vou deixar de pedir pra vocês. Não esqueçam de votar em mim no prêmio Melhores do Ano do Blorkutando! Quero ter merecido os votos de vocês, hein?
Sidney Sheldon <3
#HappyBDayDrielyAlencar {aniversário da minha irmã hoje, achei digno colocar esta menção honrosa. Afinal, não se faz 15 anos todo dia, né?}
Et c’est ça. Logo mais a gente se vê!
Do seu escritor-aspirante,

7 pseudocomentaram:

Nath disse...

Moda é ivertida
Moda é linda
Moda é inusitada
Mas moda não é escrava
e se você deixar
Ela se torna sua senhora (:

Gabriela Marques disse...

Particulamente, eu não gosto de moda, mas tenho dois amigos loucos por ela.
Taí uma coisa engraçada na vida: cada um possuí seus sonhos,paixões distintas e pessoais.

E que você conquiste todos seus sonhos, seja eles loucos ou não.

Lembro que você fazia psicologia, não? Desistiu? (você fazia mesmo ou é neura minha? rs)

Obrigada por lembrar do meu cantinho. Perdão pela ausência.

Giselle Rayane disse...

mooço, tem selos pra você no meu blog :*

Rúvila Magalhães disse...

Moda é isso mesmo, ficar confortável! Aqui em SP chinelo havaiana é super moda, adoro ir pro Cursinho com os pés de fora, uma delícia!
E parabéns pra sua irmã! Dia 20 a minha também fez 15 anos!
Gostei do seu texto de um parágrafo só, foi bom e conciso :)

beijos

Kamilla Barcelos disse...

Homem de camisa gola polo é uma das coisas mais bonitas que a moda tem. Sou apaixonada! Eu também tenho a maior queda por listras. Se junta gola polo com listras para mim está perfeito! hahahah
Também não entendo esse povo que vende o almoço para comprar a janta, no caso de roupas de marcas. Dá para andar bem vestido e na moda sem vender a alma o diabo. hahaha

Jhenni Costa disse...

Gosto de moda, mas assim como você não entendo gente que gasta tanto, vai entender...

Ps.: Você falou no inicio do post que tem 1,94, mimimi me dá só 10 cm? ;-;

:*

Babizinha disse...

Eu já fui bem desligada nesse lance de "mundo fashion", com a adolescência é que conheci a vaidade.

Também acho um absurdo quem paga "quinhentão" (ou mais) numa bolsa/sandália/calça etc... Garimpo minhas roupas em qualquer lugar nem por isso deixa de ser bonita e confortável!

Conseguiu falar pouco e bonito, divo. (:
Beijos
:*