sexta-feira, 20 de maio de 2011

A união faz a… BLOGOSFERA!

 

Quando eu entrei na blogosfera, em 2007, não fazia ideia do que era o boom daquele momento. Não demorei a me habituar nesse meio tão vasto e cheio de conteúdo do útil ao inútil. Mas parece que de uns tempos pra cá (leia-se dese a criação de uma rede social por semana e para todas as necessidades), os blogs perderam totalmente a sua força. E isso provocou uma mudança significativa no que costumávamos ter como diários virtuais de expressões construtivas.

Até agora me pergunto o que de fato ocorreu com a poderosa blogosfera. Não consigo nem conseguirei admitir que um texto com início, meio e fim tenha sido trocado por um punhado de caracteres que, na maioria das vezes, não contribuem em nada na formação de opiniões concretas. Eu sei que as coisas evoluem, inclusive o famoso Tumblr é um belo (feio?) exemplo disso; chegou para mesclar praticidade e inovação em termos bloguísticos. Porém, não creio que uma rede social tão recente possa ter abalado tanto assim as estruturas de plataformas de peso como o Blogger e o Wordpress.

Não quero me limitar a falar a respeito dos domínios internáuticos porque o que realmente interessa são aqueles que estão por trás deles: os blogueiros. Juro, em toda a minha existência na blogosfera, não me lembro de ter assistido tamanha regressão em termos de qualidade técnica. Se antes qualquer um abria um blog, cuspia inconveniências que até serviam para nos mostrar alguma coisa e ficava por isso mesmo, agora a coisa piorou. Os blogueiros perdem seu tempo “escrevendo” sobre o que sabem (ou não sabem), descuidando-se totalmente daquilo que é de maior importância, o conteúdo. E quando não veem comentários, simplesmente somem e reaparecem na maior cara dura, dizendo que acham que perderam a prática de blogar – como se comentários fossem tudo na construção de um blog. Cansei de clicar em páginas fúteis, com erros grosseiros de ortografia e concordância, cujos autores ainda me vinham com “seu blog é lindo, me segue?” nos comentários em meu blog. Mas em tempos modernos, uma boa aparência já é o suficiente, não? Para mim não é, nem nunca será.

Os blogueiros, se estiverem interessados de verdade no ressucesso da blogosfera, deveriam se unir e mostrar que o que é bom tem força o bastante para mudar a situação caótica na qual veículos de informação tão essenciais se encontram. Afinall, a união faz a força e, neste caso, fara ainda com que o mundo se volte para os velhos e bons blogs que tanto influenciaram na maneira de ser e no pensamento de toda uma geração.

 

Pauta para o Blorkutando – 138ª Semana – O Futuro da Blogosfera.

***

Oi, lindos!
Apareci com esse texto meio revoltadinho quanto ao estado em que a blogosfera está. Vocês já repararam que as coisas não são mais como eram antes? Como tudo mudou assim, sem mais nem menos? Não gostei nada dessa história e já estou me mobilizando para mudar essa situação sugerindo altas ideias para o Blorkutando lá na comunidade do projeto, onde eu e mais outros blogueiros super interessados na volta triunfal dos blogs de verdade, por assim dizer, estamos discutindo a melhor maneira de modificar o BK de maneira que os blogueiros, tanto os novos quanto os antigos, tenham blogs não só por ter, mas para mostrar que ser blogueiro vai muito além de possuir um domínio registrado num nome legal. Vamos colaborar para o retorno da blogosfera?
Nossa, como eu falo. hahahahaha
Pois é, lindos, minha vida anda uma loucura. Trabalhando que nem um jegue, estudando francês de me acabar e me empenhando ao máximo pra que tudo dê certo no início da faculdade. TODOS TORCENDO POR MIM?!?!?
Ah, indicações de livros: “Aprendendo a Viver”, de Júlio Emilio Braz e “Os Doze Mandamentos”, de Sidney Sheldon. Fiquei sem internet de segunda até ontem e aproveitei pra por a leitura em dia. Exterminei os dois em menos de um dia. SOU DESESPERADO? Hahahaha Meu aniversário tá chegando e quem estiver afim de me fazer um agrado, aceito um livro bom de presente! xD
E acho que é isso. Tô ridiculamente apaixonado, vivendo minha vida como dá e pensando no meu futuro. Daqui há um mês darei início ao meu último ano como menor de idade. Me sinto velho, falei. Podem aguardar posts assim. hahahahaha

Do seu escritor-aspirante,

Tiêgo R. Alencar

4 pseudocomentaram:

Dayane Pereira disse...

Eu assim como vc e tantos blogueiros sinto falta da blogsfera. Gosto disso, textos de verdade, com opnião, críticas, com conteúdo e grafia correta.
Acho extremamente importante também a interação entre os blogueiros. Criar uma espécie de rede, por exemplo, qui mesmo eu vi muitos blogs que eu conheço, e outros que ainda não conheço mas vou visitar, só porque um blogueiro clássico (vc), esta indicando.
Bom, enfim..
e qual a faculdade vc fará?
Te desejo sorte, a melhor coisa é iniciar logo a facul, se formar cedo, adiantar seu sucesso.
Eu que comecei tarde, sei como é ruim...
Não se snta velho, quer dizer, eu com 23 já me sinto, ehehe, e vejo vcs de 18 anos como bebês.. heeh que inveja.
Bjs

Jeniffer Yara disse...

Percebi sim a mudança na blogosfera,depois que fiquei um bom tempo sem internet,e que voltei,foi que percebi tal mudança.Blogueiros excluindo seus blogs,ou por desculpa de falta de inspiração,ou por falta de tempo,outros novos vindo com posts sobre quase a mesma coisa,etc.

Espero mesmo que isso mude,e que a blogosfera volte com toda a força que ela estava antes o/
Mentira que daqui a um mês você faz 18?! haha' Tô super ansiosa para os meus 18 anos,não aguento mais ser menor de idade,rs.

Beijo

*Raíssa disse...

Concordo com você quanto à qualidade dos blogs. Qualquer um pode fazer um blog com conteúdo relevante e irrelevante, mas tudo depende do ponto de vista. A blogosfera está sempre mudando, como tudo na vida, mas ela não vai acabar tão cedo, já que tem adquirido cada vez mais funções.

Beijos!

Erica Ferro disse...

Também acho que a blogosfera anda bem caidinha, Tiêgo.
As coisas já foram mais interessantes por aqui. As pessoas já gostaram mais de blogar (e com qualidade).

Mas é por blogueiros como você que eu acredito na blogosfera. ;)

Beijo, seu lindo.