sábado, 16 de julho de 2011

Pseudopsicologia #01

Como vocês já estão sabendo, lindos, amanhã é o aniversário de dois anos do A Pseudociência e vamos ter mudanças gerais por aqui. E como eu sou insuportavelmente ansioso (deveria inaugurar o “pseudopsicologia” só segunda-feira), vou estrear hoje uma nova seção no blog chamada “Pseudopsicologia”, onde eu ajudo um lindo ou uma linda com problemas pessoais enviados via e-mail. Depois do post de quinta-feira (no qual eu inclusive eu havia dado uma dica básica sobre essa seção nova, reparem), recebi alguns e-mails pedindo ajuda e confesso, não imaginava que fossem me procurar tão rápido assim. Mas enfim, já que ligaram para isso, pensei bem e decidi postar hoje meu primeiro uso da pseudopsicologia com alguém! Prepara o coração e a revolta, se acomoda na frente do PC e vem comigo!

PSEUDOPSICOLOGIA

Leitora linda says: “Oi, Ti, tudo bem? Já leio seu blog há muito tempo e gosto muito dos seus textos, mais ainda quando eles me fazem rir. Parabéns, tanto pra você quanto para seus textos! Agora sim, deixa eu te falar: você disse no seu post de ontem que seus leitores poderiam mandar um e-mail com alguma aflição e é o que eu estou sentindo. Há mais ou menos terminei com meu namorado porque me traiu com uma amiga  e pra completar, toda a escola soube disso antes de mim. Não falo mais com a menina e depois que terminei com ele, nunca mais quis papo com o panaca. Só que semana passada a garota que era minha amiga apareceu de mãos dadas com ele no shopping onde eu estava com umas amigas e eu impulsivamente fiquei bem chateada, com ciúmes. Acho que ele percebeu, porque na mesma noite recebi um SMS dele implorando para que eu o ouvisse, que eu tinha que ouvi-lo e tudo porque ele ainda me amava. O pior disso tudo é que eu quero muito falar com ele, mesmo com muito ódio pelo o que ele fez. E agora, Ti? O que eu faço? Tô com medo de perdoar e esse safado tornar a fazer isso comigo! Help!”

    O Pseudocientista says: “Ok, K., vamos avaliar seu problema por partes: em primeiro lugar, você ainda gosta e pode até ser que ainda ame esse rapaz, mas ele te feriu, querida. Eu sei que é complicado esquecer forçadamente um amor tão forte; porém, você já parou pra pensar em arrasar nas saídas com suas amigas para lugares onde você sabe que ele não vai? Além de conhecer novos ambientes, pode ser que role de você conhecer outros caras mais legais e menos otários do que esse seu ex. E outra, já se desfez de tudo que lembrasse o boy, né? Então, com isso vem o que eu ia dizer em segundo lugar: não se deixe levar por algo que você sabe que não será legal. Esse SMS que ele enviou pra você te balançou? Balançou. Você quer ouvi-lo? Sim. Mas não adianta, por mais que você queira, não vai esquecer o erro dele. Pelo menos não enquanto a garota estiver viva e no seu caminho. E falando nela, você viu que mesmo com tudo o que aconteceu, ele fez a fila andar justamente com essa pirenta falsa?! Quer prova maior do que essa de que ele não presta? Você é diva, é uma linda e arrasa! Não fique insistindo no erro não, musa. Tem tanto guri legal nesse mundo! E babacas como esse seu ex não merecem sua moral. Perdoe o que tiver pra perdoar, coloque tudo em panos limpos com ele mas não caia em tentação. Se você for do babado, vai arrumar um boy magia daqueles, fingir que é seu namorado e sambar na cara dele e da pentelha toda cheia de pose porque a vida é assim, amiga: tem que arrasar usando de todas as armas possíveis e impossíveis pra ficar relax consigo mesma. E não tenha vergonha não, coragem e arrase!”

Gostaram? Não gostaram? Comentem e sejam felizes, lindos! E lembrem-se: qualquer problema, qualquer aflição ou medo de um psicopata de perseguindo por causa dos seus novos Loubotins, conta pra mim no tiegoramon@gmail.com que a gente dá um jeito e resolve! Até a próxima!

Do seu escritor-aspirante,

Tiêgo R. Alencar

1 pseudocomentaram:

Júnior Batista disse...

Uau, além de tudo, agora fará sessões psicológicas gratuitas. Você realmente é um gênio, sweetheart!
Voltando a passar por aqui...

Te adoooro por demais, viu?

Beijos!