segunda-feira, 30 de julho de 2012

Aprendendo com o Tio Tiêgo II: Vestibular

Todos os anos, milhares e milhares de jovens completam dezessete anos (ou dezesseis, no caso dos avançadinhos que nem eu) e ao concluir o ensino médio encontram uma dúvida latente em suas vidas: "o que farei da minha vida a partir de agora?". Alguns tem a sorte de ter ciência desde sempre do que querem fazer de suas vidas. Já outros, sofrem com a indecisão na hora de escolher qual carreira seguir. Particularmente, não tive essa dúvida, uma vez que desde o final do ensino fundamental tive plena certeza de que queria cursar algo na área de linguagens. Mas pude acompanhar o drama de colegas que ficaram prestes a ter surtos por não se decidirem até o tempo de ele, o terror de metade do mundo, chegar: o vestibular. A maioria enxerga nele o divisor de águas de suas vidas (e realmente, ele é) e por isso, o levam tanto a sério. Pois foi pensando nisso que decidi elaborar algumas dicas para quem está se preparando para os processos seletivos das universidades públicas de seus estados (ou até para os de fora, com o SISU bombando aí, não é?), dicas estas baseadas em minha própria experiência com o vestibular: para quem não sabe, em 2010 eu terminei o ensino médio e prestei o vestibular para as duas universidades públicas do meu estado, usando a nota do ENEM para entrar em uma delas; na outra, fiz o processo seletivo normal. E consegui passar nas duas, depois de muito esforço, dedicação e determinação. Como não pude cursar as duas, optei pela federal, na qual prestei o curso que eu quis de verdade: Licenciatura Plena em Letras com Habilitação em Língua Francesa. Pois bem, preparem o papel e a caneta (ou o control c + control v), fiquem firmes nas suas posições que estou iniciando o...


Para início de conversa, você já decidiu o que prestará no vestibular? Para os que não se decidiram e para os que se decidiram e querem ter mais opções, fui atrás de sites sobre orientação vocacional e encontrei dois ótimos sobre o assunto: o da Guia do Estudante, com inúmeras dúvidas de estudantes de todo o Brasil e testes para verificar a sua área de domínio profissional e também o site Estudantes, no qual de uma maneira divertida, você encontra as respostas para as perguntas sobre sua vocação, além ter um campo de perguntas e respostas e uma entrevista bastante esclarecedora acerca do tema. Mas qualquer dúvida grande, corram para o tio Google e façam bom proveito pesquisando a carreira em que vocês tem curiosidade! Fiz isso muitas vezes, durante todo o meu ensino médio, só para ter ainda mais a certeza sobre o que eu queria!
Dividirei as dicas sobre o vestibular em antes, durante e depois a prova. Prontos?

ANTES DA PROVA:
o período de preparação para o vestibular deve começar beeeem antes da prova, por dois motivos: um, você nunca vai absorver tudo com tanta pressão sob a sua cabeça; e dois, você precisa estar confortável para poder se dar ao luxo de descansar antes da prova propriamente dita. Por isso, você tem que estar servido do DEF: Determinação, Esforço e Foco. Se você estiver estudando apenas no colégio (público, como foi o meu caso), depois das aulas, faça um esforço para revisar a matéria do dia pelo menos por uma horinha, principalmente na matéria em que você teve dificuldade. E falando nela, se você estiver penando muito em um assunto, não hesite em perguntar do professor! Afinal, ele está ali para isso, para repassar à você o que eles sabem. No momento em que você for estudar, tire tudo o que possa lhe distrair de perto: celular, computador, player de música ou o que for. E eu nem preciso dizer que você DEVE escolher um lugar calmo para revisar, preciso? Se sua casa for daquelas onde mora Deus e o mundo (como a minha), seja indiferente à quem vier lhe interromper. Muito barulho? Peça para baixarem o volume. Só Jesus sabe o quanto eu enchi o saco do povo aqui de casa na hora de estudar depois da escola. Se eles não me deixavam em paz, até para o banheiro eu ia estudar. Mas eu não desistia: eu tive foco. Ah, e uma coisa muito importante na sua caminhada de preparo para o vestiba: NUNCA, JAMAIS dê ouvidos à palavras desestimuladoras. Se fosse assim, eu não estaria escrevendo aqui para vocês baseando-me nos meus sucessos vestibuláricos. Ouvi coisas do tipo "quero ver como que você vai conseguir passar sem cursinho", "a federal é dos preparados" e "não esquece de comemorar minha vitória quando você não passar!" e adivinhem o que eu fiz? Ri da cara de cada um que me disse isso, de parentes até amigos. Primeiro porque nem a metade deles passou e todos menos eu faziam cursinho pré-vestibular. E segundo porque DETESTO ser subestimado, então foi um gás a mais para que eu tivesse determinação nos meus estudos, pois eu iria provar não só para quem me colocava pra baixo como para mim próprio que eu era capaz de passar por aquilo e muito mais como o vencedor. E taí o resultado. haha Mas voltando ao papo do vestibular, se você perceber que não dará conta de estudar sozinho, procure cursinhos. Pode ser que o ambiente escolar lhe pareça um pouco mais cômodo, o que lhe deixará mais à vontade para estudar. Porém, seguindo uma rotina de estudos diários (diários MESMO, incluindo os sábados e domingos), você se prepara legal para os processos seletivos das universidades. Outra dica essencial para quem é vestibulando é estudar se baseando nos conteúdos programáticos contidos nos editais dos vestibulares que as universidades dispõem em seus sites - aliás, não só no conteúdo programático como em provas de seleção passadas: ajudará você a se familiarizar com o clima de teste e de quebra você começa a entrar no ritmo do vestiba de verdade. E falando nesse estudo diário, você não precisa se matar de estudar e ficar louco por não ter vida social. Saia sim, mas depois que tiver estudado seu conteúdo do dia. E dê preferência a programas mais lights, como aquela saída clássica com os amigos para um parque, por exemplo e exclua as baladas da sua vida. Você alterou seu status de solteiro para VESTIBULANDO. Logo, faça jus à sua condição, ok? hahaha E por fim, não esqueça de se organizar todos os dias. Levar uma vida corrida não é desculpa para se livrar dos estudos daquele dia. Eu trabalho, estudo e faço curso de francês desde 2009 e não me lembro de ter ficado um dia sequer sem ter estudado depois da escola, justamente por eu me organizar direitinho. É um saco no começo, mas depois você acostuma. Garanto que é por uma ótima causa :)


DURANTE A PROVA: o meu "durante" começou uma semana antes das provas propriamente ditas. Eu reduzi minha carga horária de estudos e passei a treinar o relaxamento para o momento da prova. Como? Descansando sempre que possível, aliviando as leituras obrigatórias com leituras mais prazerosas (mas leituras, não descuide disso!) e fazendo a única coisa que me deixou preso ao vestibular nesse período: ensaios de textos. Você precisa ler bastante para escrever legal, daí ficar com leituras mais prazerosas nesse período. Jornais também são uma boa, além de lhe manterem informado - fator este que é cobrado em demasia nos processos seletivos. Treine a leitura, principalmente. Lendo, você escreve qualquer coisa, digo com toda a certeza do mundo. No meu vestibular da estadual, por exemplo, caiu narração na proposta de redação da segunda fase. Por sempre ler livros de fantasia e tudo o mais e ter treinado narrar histórias de todos os jeitos possíveis, me saí superbem e minha nota foi bem alta! Portanto, se familiarize com esses fatores ainda mais neste pré-prova, até porque a redação é peça-chave na sua nota final!
No dia da prova em si, se você ainda estiver uma pilha de nervos, dica: saia do seu local de prova e coloque seus pensamentos em ordem. Sei que você sairá escoltado, mas mesmo assim é uma maneira de tentar se achar no lugar certo para arrebentar na prova - fiz isso no ENEM, no primeiro dia. Fiquei MORRENDO de medo da prova, sério. Não consegui me concentrar. Aí não aguentei e saí da sala, com a desculpa de tomar água. A minha sala de prova era quente, com buracos no teto e as carteiras me faziam parecer o Golias sentado em um penico de tão minúsculas. Então precisei sair, colocar os pensamentos em ordem. E ajudou mesmo, porque voltei para aquela sala decidido a exterminar a prova - e assim o fiz. Uma vez que você fica seguro, nenhum obstáculo pode lhe parar. Por isso, antes de provas longas como o ENEM citado acima, alimente-se bem, beba bastante água, esteja o menos tenso possível (porque relaxado antes da prova é IMPOSSÍVEL, sério). Espaireça, dê risadas, tente esquecer a prova, pelo menos um dia antes. Arme-se com tudo o que você pode para a guerra.
Com a prova em mãos, dica: priorize as questões de sua afinidade. Com o cérebro mais ativo no início da prova, você tem mais chances de acertar aquelas em que você é mais forte, enquanto as que você não domina tão bem podem ir ficando pro final, para não ter aquele bate-cabeça em vão. E no dia da redação, TODA IDEIA É BEM VINDA. Coloque tudo no papel de rascunho, tudo o mesmo o que vier à sua cabeça. É complicado pensar em tudo de uma vez só, eu inclusive não escrevi minha redação do ENEM toda de uma vez. Fui escrevendo por partes. A cada ideia nova, eu ia, anotava e vendo que não ia conseguir continuar, voltava para as questões objetivas. Pode parecer confuso, mas se você tiver uma ideia no meio das objetivas e não parar para anotá-las, você NÃO vai lembrar depois. Só Jesus sabe o quanto eu penei pra sair da primeira linha daquela dissertação - e só saí dela graças ao decorrer da prova objetiva, pois as ideias iam surgindo e eu ia anotando. Não se martirize com a demora para tecer a redação, pois é normal assim mesmo. Mas uma hora sai, não se preocupe. Você já é um vitorioso só por ter acabado com o vestibular e não o contrário! hahahaha

DEPOIS DA PROVA: Acabou a prova? MAIOR DICA DE TODAS: esconda seu caderno de questões, se você puder levá-lo para casa. E DURMA, porque eu sei o quanto é ruim dormir sob pressão. Uma vez calmo e repousado, ESQUEÇA TUDO RELACIONADO AO VESTIBULAR. Se quiser, vá conferir suas respostas nos gabaritos que serão divulgados, mas é preferível que você nem faça isso, porque a tensão só piora as coisas - mas como eu sei que você não vai aguentar, acate a dor e sofra por antecipação porque o resultado demora pra diabo. Mas aproveite pra se libertar de tudo o que te prendeu a esse processo desumano de seleção e seja feliz como se não houvesse amanhã, porque você MERECE PRA CARAMBA! E em todo o caso, seja confiante. Pense positivo, pois eu estarei aqui na torcida pelo seu sucesso! Sambe na cara da vestibular!

***
Dicas, sugestões, mágoas, recalques, opiniões ou xingamentos, pode mandar no tiegoramon@gmail.com que eu te respondo com todo o carinho do mundo (ou não). Até a próxima, galera!

6 pseudocomentaram:

Nati disse...

Menino, to apavorada. To fazendo um cursinho pré vestibular, porque eu não sabia por onde começar a estudar. Tomara que eu passe. (yn)

Beijo

Lays Caroline disse...

Post interessante, lembrou minha época de vestibular e a dificuldade que é passar por esse momento de transis'~ao na vida.
Seu blog tá lindo menino, gostei da sua visita no meu novo, já que você é o contato mais antigo dos meus tempos de blogosfera que permanece na atividade :)

http://lentescomdefeito.blogspot.com.br/

Vanessa disse...

Muito legal esse post! Vou mostrar ao meu irmão, que está na pilha pelo ano de vestibular. Gostei da definição do DEF haha Certeza que foi isso que me fez passar no vestibular. Mas sobre a hora da prova, acho que não tem fórmula não. Fiz o contrário de tudo o que meu prof do cursinho sugeriu e consegui me sair muito bem hahaha Cada um tem que criar sua própria estratégia.

Sabrina Gomes disse...

Nossa , tudo que eu precisava ouvir. Faço pré vestibular e estudo em escola pública. Mas creio que tenho que me esforçar um pouco mais para passar pro que eu quero! Amei seu blog, e você é mt sincero, me encantei com seus textos. Vou postar seu texto no grupo do meu pré vestibular, vai motivar mt gente! Parabéns garoto!

Me acheguei por aqui hoje mas adorei e vou ficar. Estou lhe seguindo. E seria uma HONRA ter você por lá também. Beijão, Sabrina. (www.spiderwebs.com.br) ♥

Dayane Pereira disse...

UAU hein!
Vc poderia abrir uma consultoria Thii!!
Mandando suuuper bem nas dicas. Olha, continue escrevendo pra ajudar quem está passando por essa fase tão chatinha e confusa ¬¬

Claudiana (25/11/2010) disse...

Bom dia, tudo bem?
Entrei para conhecer seu cantinho. Gostei muito de tudo que vi. Parabéns o blog está lindo. Já estou seguindo. Depois passa lá no meu cantinho também, será um prazer, ótima semana pra vc, bjs
Claudiana
http://encantosempontocruz-barbie.blogspot.com