sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Etiqueta? Com certeza!

Certa vez, fui convidado a participar de um jantar. Logo, fui alertado sobre como deveria me portar: garfo na mão direita, faca na esquerda, guardanapo no colo e voz, só quando solicitada. Fiz o dever de casa direitinho, apesar de me sentir bastante desconfortado. Repare que quando estamos à vontade em certas situações, esquecemos de regras e limites. Mas quando chegam as formalidades com todas as suas regras e limites, não hesitamos em cumprir nossas partes. Com a internet não é diferente. É aplicada a mesma lição.
Cometer alguns deslizes, como exagerar nos emoticons ou repetir a mesma foto no álbum do orkut pode até ser perdoável. Porém, existem alguns pecados que são dignos de prisão perpétua. Poderia citar vários, mas quero explanar apenas sobre dois em especial, que talvez sejam os piores de todos. A começar pelo plágio. Acredito que nada explica o porquê de uma pessoa furtar, literalmente, algo que não lhe diz respeito. Nos empenhamos tanto para escrever um texto e de repente, vem alguém totalmente sem noção e criatividade utilizar a velha tática do control c + control v e dizer que aquele artigo é de sua autoria. É desrespeitoso e ridículo! Então, a etiqueta cairia bem em indivíduos com tal índole. Ela viria cobrar a atenção e a decência da pessoa, pois mesmo em locais como a internet, há sim regras a serem cumpridas e limites a serem respeitados. Entretanto, quando algumas garotas resolvem por no perfil uma foto de biquíni com o status namorando e com o nome "Fulana Gostosa A Inveja Mata", elas não pensam nem um segundo no comprometimento que elas tem com o senso de criticidade de quem vai visitar sua página. Mais uma vez, a santa etiqueta falaria mais alto e imporia sua autoridade. Nada de gafes, nada de erros. Com ela, você saberá exatamente o que fazer - e o que não fazer. Comportar-se perante ao computador não requer aprendizado algum; a realidade já o faz por si só.
O que leva alguém a ser "antiregra" na internet, eu não faço a menor ideia e nem tenho suposições prontas. Mas posso dizer, com segurança, que sigo à risca o que a etiqueta na internet propõe. Não em lembro de ter feito algo de errado desta natureza na internet há muito tempo. Aliás, acho que a única vez que infringi a lei da compostura internáutica foi quando criei este blog e passei a falar sobre qualquer coisa, já que ninguém é obrigado a ler. Pode nem chegar a uma infração, mas que me desafiei ao começá-lo, ah, desafiei. E venci o desafio. Liguei-me à etiqueta, segui, sigo e seguirei tudo o que ela propor. Afinal, copiar textos sem dar os devidos créditos, exibir-se em fotos sensuais ou extrapolar nos palavrões no Twitter é altamente comprometedor. E alguém aí pretente se arriscar? Eu não!






Pauta para o Blorkutando - 72º Semana: Etiqueta na Internet.


*** 

 Olá, gente.

Não, hoje meu dia não está dos melhores. Acabo de receber a pior notícia que um fanático por blogs oderia receber. O Tudo de Blog foi extinto da Capricho! Omg! Minha vida bloguística se resumia ao TDB! Puxa, gente! Tô decepcionado com a minha revista favorita. Achei o cúmulo trocar o TDB por causa de uma idiotice de um Fanfic. E querem saber? Aqueles garotos estúpidos e sem inteligência alguma é que deviam ser banidos da revista. Eles tem suas fotos em cadernos, em camisas, em tudo! Até capa da revista eles foram! Que tal largar aquela coluninha sem sentido da revista e deixar a melhor seção de todos os tempos no seu lugar? Ela não mexeu com ninguém, gente. Só quero justiça. Só isso. E que morram o Dudu (afogado) , o Federico (atropelado) e o Caíque (castrado).

E eu não curti a pauta pro Blorkutando que eu escrevi. Escrevi pra constar. Não quero perder nenhuma semana. Se o TDB foi extinto, o Blorkutando é seu sucessor. E tenho dito!
Falar em Bk, lembrei do Post It, que eu pensava que já havia morrido: ganhei na edição 29. Em primeiro lugar. Sem animação, sem comemoração. Tô uó hoje. 

E bem, tô sem novidades. Me desculpem a ausência, é que essa semana foi a volta às aulas no meu trabalho e é meio complicado conseguir hora pra sair pra lan house.

Por hoje, é só.


Beijos, abraços e até a próxima!

12 pseudocomentaram:

Erica Ferro disse...

Tem que se saber viver, mesmo que seja no mundo virtual, não é mesmo?

Ao contrário de você, gostei do seu texto! ;)

Ah, foi lasca saber desse do TDB...
Poxa, só por que íamos arrasar esse ano por lá?
Triste, muito triste!

Beijo, Tiêgo.

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Ah, o teu texto ficou bom, você tem chances de ganhar!

Educação e caldo de galinha não fazem mal a ninguém!

Boa sorte!

l a l a h disse...

Amigo, você já é um grande escritor. Eu não escrevi para essa pauta por que o tema não se desenvolvia, mas você o elaborou perfeitamente. Concordo com a questão do plágio. Eu quando acho muito legal e quero copiar cito a fonte.
A questão do tdb foi foda... trocaram por fanfic? Aposto qeu de crepusculo! Affe! o que me deixa indignada é que blog é uma coisa tão "cultural", tao crescente nos dias de hoje e eles vão trocar po fanfic...

James Pimentel disse...

Várias coisas a serem comentadas:

1 - Ki deu em ti criatura? O blog tava perfeito com o layout de antes, porq mudou?

2 - Desculpa minha ausência daqui, é que muito trabalho, muitas atividades e pouco tempo.

3 - O tdb foi extinto? Aff, ninguém merece... só porq eu ia me escrever pra ele nesse ano =/

4 - Quase ma acabei de rir disso: "E que morram o Dudu (afogado) , o Federico (atropelado) e o Caíque (castrado)." kkk, coitados, o que eles fazem de mais? Só falam erradamente na internet [o tempo todo na verdade], são bobões, mongois, etc. Nada de mais kkkk \õ

5 - Cara, eu tive a mesma ideia pro BK, mas essa semana nem deu pra participar pelos motivos ja ditos acima. Mas eu iria fazer uma corrente com a etiqueta francesa, a mais respeitada do mundo.

Abração Tiêgo, é nois cara \õ

Polly disse...

Acho que todo mundo deveria se ligar para o fato de que existe sim uma etiqueta na internet. E plágio é uma vergonha mesmo!
Fiquei arrasada com o fim do TDB! Até fiz um post de despedida no blog antigo. E adorei o que falou sobre o Blorkutando!

(www.pollyok2.zip.net)

Juh Lima disse...

Na Internet não existem regras, mas ter bom senso é fundamental, né?
Nossa, realmente, apesar de já esperar que isso acontecesse, achei o fim do TDB sem sentido. É como se blogs não tivessem mais valor, né? É estranho! Aliás, a Capricho tem tomado péééssimas decisões. Mas enfim, tudo tem seu tempo e infelizmente, rostos bonitos estão sendo mais valorizados do que pessoas que têm cabeça para escrever de verdade. Porque cá entre nós, nenhum daqueles meninos sabem escrever!
Mas enfim, não fica triste, com certeza outros projetos tão legais quanto o TDB virão e você poderá fazer parte! Tem talento para isso! :D
Beijocas ;*

Vitória Silva disse...

TIÊÊÊGO! O TDB ACABOU? COMOASSIM? "MINHA VIDA BLOGUÍTICA ERA TODA PRO TDB!" que tenso, muito tenso.

Mel disse...

O texto ficou maravilhoso e o Blorkutando o escolheu como um dos melhores, parabéns!!

Fiquei decepcionada com a capricho, esse ano eu queria me inscrever e Fic não chega nem perto do TDB, também acho que o Bk é o melhor depois do TDB.

Outra coisa, mudou o lay! Ficou diferente, mas porque mudou??

Que você escreve muito bem nem preciso dizer e mais seu blog é com toda a certeza um dos meus favoritos. Beijos, Mel

Jana Barreto disse...

Oi Tiégo!
Parabéns por mais um pódio!
e a capricho é assim: tudo que presta eles botam de lado, e passam a encher a cabeça dos jovens com um monte de baboseira...
fazer o que!
Beijos! :*

cн૯ℓуηнα disse...

Aff repsieto e etica sao semrpe bons seja no mundo virtual ou nao.

Amanda disse...

Ah, pois é. Eu ia te dizer. Acabou. Chatão, mas que é que podemos fazer? Tenho certeza que você conseguirá outra coisa mais interessante até pra participar! ;)

Então, texto muito bom o da etiqueta na internet. Embora eu discorde que deva haver uma etiqueta. O uso razoável do bom senso já é mais do que necessário, fato.


Enfim, bjs e melhoras no humor, rs ;)

Tata disse...

O TDB acabou! =O
Concordo com o que vc disse sobre aqueles meninos da capricho. Sério, já deu, né? A Capricho tá sendo o que ela sempre foi: fútil. Quando era mais nova, lia a revista, mas sabia que aquilo tudo era só futilidade. O TDB era uma das poucas partes da revista que nos fazia pensar e aperfeiçoar o dito senso crítico. Maaas, o "disk mtv" voltou fantasiado. Queeem sabe um dia o TDB não volta com outro nome? ^^ HUHAUSHUSAHUSA

Seu texto ficou bom. Deixa de ser tão exigente =P UHASHUASHUASHUAHUS