quarta-feira, 7 de abril de 2010

Irmãos, até a morte.

Algumas pessoas reclamam por não ter um irmão. Outras, já não suportam mais os gêmeos idênticos brincarem de quem é quem. Existem até certos indivíduos que detestam ser filhos únicos. Agora, imaginem um garoto, mais dois garotos, mais uma garota numa casa nem um pouco grande e sem muitos lazeres: você pensou em mim. Sou o terceiro de quatro filhos. E não foi nada difícil ter que relembrar alguns anos atrás, quando brigávamos, fazíamos as pazes, chorávamos de tanto rir e brincávamos com o carrinho de mão no pátio.


Minha convivência com meus dois irmãos foi pacífica até eu entrar para a escola e me dar conta de que era gente. Eles não admitiam a ideia de eu ter começado a estudar mais cedo e ter uma noção mais inteligente e ampla das coisas do que eles. Isso tudo acarretou em uma série de brigas, confusões. E alguns sermões e surras (neles, vale frisar). Minha irmã, que de boba não tinha nada, aproveitou-se da situação para conquistar o título de " queridinha do papai e da mamãe ". Eu não fiquei por menos. Parei com as brigas, decidi começar a fazer as tarefas em casa e virei o exemplo. Resultado de tanto esforço: mais brigas, surras e sermões. Neste ritmo de festa, continuamos a levar a vida, juntos, porém separados pela barreira transparente da incompatibilidade geniosa ou de gênios.


Anos depois, mais crescidos e maduros, os irmãoes Alencar resolveram amadurecer. Diogo, com 23 anos, saiu de casa; Tiago, com 21, assumiu responsabilidades o suficiente para se manter livre de qualquer incoveniência familiar; Driely, com 14 anos, passa pelo difícil e amargo processo da rebeldia e transformação adolescente. E eu, Tiêgo, com quase 16 anos, vivo a pressão de quase estar adulto e de ter que arcar com as consequências disso.


Relembrar isto tudo só me fez pensar em casamento. É, o de véu e grinalda e tudo o mais. Sabe por quê? Porque o padre, ao abençoar os casais, os faz prometer ficar juntos na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte os separe. Estou começando a desconfiar de que fazemos o mesmo juramento ao ganhar um irmão. Pois apesar de tudo o que aconteceu, não poderia ser mais justo comigo mesmo e dizer que eu não seria nada sem eles. Talvez teria até enlouquecido se eles não existissem. Amo meus irmãos, mesmo que eles me dêem mil motivos para chorar e detestá-los. Afinal, amor de irmão é, sim, para a vida toda, disso tenha certeza.






Pauta para o Blorkutando - 80ª Semana: Irmãos.

***
 Oi gente! (Tipo no blog da Gossip Girl, sabe? Rs)

Tenho novidades, muitas delas!
A primeira é que, até ontem, eu não tinha nem computador em casa. Hoje, literalmente, termino a postagem em casa! Sim, em CASA #frisa! Tipo, a internet ainda não chegou, mas o PC já e já é alguma coisa, não é? Aguardem mais postagens!
Outra, que ainda não tinha contado é que comecei a estudar Espanhol no lugar de Francês na escola. Péssimo. A professora é chata e maçante e não tem o menor controle sobre a turma. Lastimável. A língua também é feia, gosto mais do charme do Francês. Ainda bem que tem o curso pra me salvar!
A terceira é que W., felizmente, resolveu me dar alguma moral. Seu abraço me fez chorar de emoção. Enquando R. se forma hoje em biologia. Ê, parabéns para R., gente!
Na escola, minhas amizades se consolidaram de vez. Agradeço incessantemente pela Carla Guedes, pela Letícia Ruy-Sêcco e pela Laura Viana terem cruzado meu caminho. Valeu, girls! Amo vocês ♥ Nossas palhaçadas no meio da aula me dão total inspiração pra escrever!
Ah, eu esqueci totalmente de ter agradecido à Jéssica por ter me dado um selo que não encontrei no blog dela, por ter tantas postagens e por ser tão top. Valeu, Jé, pela consideração!
É, caso não tenhm reparado, tô megafeliz! Consegui lembrar de tudo!
Ah, tô apaixonado por Malhação, tô triste por Cama de Gato estar acabando, ODEIO os VDG, Telephone da Lady Gaga com a Beyoncé é o melhor clipe que já vi na vida e eu acho que nunca estive tão feliz na vida!

Última observação: meu blog está prestes a completar cem postagens. acreditem! Mais um motivo para agradecer à vocês pela paciência e por me entenderem tão bem, valeu mesmo, galera!

Beijos, abraços e até a próxima!

7 pseudocomentaram:

Isabela Seixas ;) disse...

Apesar do Título do Livro assustar um pouco, de assustador ele não tem nada ....

vale mt a pena ler.

AAAHHHH, irmão ♥ tmb vou fazer meu texto para concorrer.

Belisa Cardoso disse...

Ahh,é verdade!
No seu caso é um pouco complicado por causa que são 3 irmãos.Mas não existe coisa melhor,pelas brincadeiras!
Que lindo texto Tih!Parabéns!
bejocas

Erica Ferro disse...

Você...?
Quero logo a continuação, hein?
Tá legal a pauta, meu querido.
Obrigada pelos elogios de sempre.
Você é ótimo!
;*

Mel disse...

Amor de irmão é algo estranho, "tem horas que temos vontade de matá-los, mas a qualquer hora mataríamos por eles" (minha avó vive falando isso).
Eu tenho três irmãs, sou a mais velha de quatro, tenho que ser o exemplo, a chata, mas não consigo. Nossas brigas, cada vez mais raras, são sempre por futilidades e pelas diferenças, principalmente de gênio.
Penso que tem que ser assim, quatro meninas cada uma com um gosto, um gênio, uma vontade, tudo diferente, é uma mistura explosiva mesmo!? Adorei a pauta, em tudo e pode deixar que eu espero o seu TDB, boa sorte no BK! Beijos

Carla Rosenvelt disse...

Acho super engraçado o jeito que você escreve. Parece mesmo um mini-diário (além das pautas do blog nao sei que lá). HAHAHAHA
Obrigada por ler minhas postagens e se importar, mas a maioria é fictícia, então não me leve tão a sério. :P
Beijos.

jefhcardoso disse...

Tiêgo, é tudo artimanha. Eu saí do meu lugar para roubar a sua atenção. É que disseram que escrevi coisas fantásticas. Eu não sei. Não sei não. Eu apenas falei o que me veio na lata. É tudo artimanha, uma maneira de receber um pouco mais de atenção. Não sei. Não sei não. Parece que todos querem um pouco mais de atenção. É frio, mas é verdadeiro. Roubamos enquanto pedimos por mais atenção.
É tudo artimanha; é um mover-se, um coçar-se, um andar com o olhar perdido nas pessoas, na cidade.

Abraço sincero, e hoje é isso, e não menos que isso; estou divulgando o meu “O Cavaleiro da Triste Figura, e poderia estar matando, roubando, ou estuprando por sua atenção, mas estou pedindo, pedindo para que vá ao http://jefhcardoso.blogspot.com e diga o que achou. Já roubei muita gente e agora, sinceramente, quero roubar você.

Vanessa disse...

Aiiii, três irmãos? Já fico louca com 1 irmão ahahaha Mas amo a companhia dele.