sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Improvisando...


[Semana corrida, muitos imprevistos e nada de internet! Isso explica minha ausência do blog por tanto tempo! Mas agora estou de volta e escrevendo um texto totalmente improvisado, porque meu caderno de textos para o blog está com uma amiga que esqueceu de me devolver! AH, e eu não gostei muito do VMB, apesar de ter amado que o Jovem Nerd tenha ganhado como Blog Do Ano! Uhul!]


Esta semana me fez refletir. Pensei bem no que está acontecendo comigo. Nunca imaginei que fosse me perder mais uma vez nas curvas do destino. Ah, destino! Que vive a pregar peças na gente! Maldita hora em que fui esquecer a Isa... Agora já era. Rápido, como um carro de fórmula 1. Simples, como o ar. Marcante, como o VMB. Naquela terça-feira, parei para refletir na minha vida, coisa que eu ainda não havia pensado em fazer. Encontrar TM de repente, assim, sem mais nem menos, me abalou muito. Não no sentido trágico da palavra. No sentido 'tchan' da palavra. Meus nervos despertaram do nada, meus batimentos cardíacos aceleraram, fiquei que nem um bocó na rua, sem olhar pra frente e focando o chão, refletindo só comigo. Não, isso não pode estar acontecendo. É, mas estava acontecendo, dizia a verdade, baixinho, em meus ouvidos. Não queria acreditar, não queria. Mas meus instintos reagiam contra mim mesmo. Ao invés de querer chorar, uma euforia desmedida tomou conta do meu ser, fazendo-me rir para tudo. Pedras, cães, árvores e desconhecidos. Ri para todos. Aquela sensação era gostosa de se sentir. E eu, decididamente, estava adorando. Poderiam me tachar de louco, insano. Eu não estava nem aí para os outros. Eu estava me importando com meu ego, com minha alma. A cada sorriso, me sentia cada vez mais feliz. E nada iria me impedir.
- A não ser o fato de existir a palavra impossível, estragando meus planos.

1 pseudocomentaram:

Jeniffer Yara disse...

Que mara seu post!Um improviso bem bem bem escrito mesmo!Rs'

Bjs!